Publicado em: 25 de outubro de 2017

O evento acontecerá em Montevidéu nos dias 16 a 18 de novembro de 2017 para unir os movimentos sociais contra o avanço do neoliberalismo

Baixo o slogan “Nenhum passo para trás! Nós, povos, continuamos em luta!”, movimentos e organizações sociais e diversas expressões do campo popular da região estamos construindo um processo de articulação e lutas contra a ofensiva dos setores conservadores e do capital no continente.

Em 2016, mobilizamos ações em dezenas de países que marcaram nossa rearticulação após o Encontro de Havana, onde nos reunimos em novembro de 2015 para comemorar 10 anos da derrota da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA). Nesse processo, continuamos a impulsionar nossas resistências e nossas propostas para uma sociedade estruturada sobre os princípios da igualdade, da autodeterminação dos povos, da autonomia das mulheres, das/os trabalhadores, das/os camponeses, dos povos indígenas, com justiça social e ecológica.

Como parte do seguimento dessa Jornada Continental, convocamos para o “Encontro de Montevidéu”, que nos permitirá continuar acumulando conhecimentos e saberes sobre o momento vivido na região e no mundo. Queremos aprofundar nossa reflexão sobre como a lógica do capital se apropria da vida das pessoas e dos bens da natureza, a maneira como as grandes corporações e as grandes potências se beneficiam da concentração de riqueza e da exploração das maiorias e sobre como esses poderes se combinam para atacar a democracia e a soberania dos povos.

Queremos compartilhar, conhecer e aprender com as lutas nas quais estamos envolvidos em nossos territórios contra a mercantilização da vida, em resistência às corporações transnacionais, afirmando a democracia e a integração dos povos como nossas respostas. Nosso encontro é para compartilhar nossas experiências de luta e resistência nos territórios, nos locais de trabalho, nas comunidades e nos diversos espaços onde mulheres e homens se apoiam em seu esforço para construir um projeto de justiça, inclusão, tolerância e respeito, reivindicado pelos povos e nações.

Como processo em construção, a “Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo” em Montevidéu será um momento para aprofundar nossas visões compartilhadas, somar novas vozes e ampliar o protagonismo diverso que representamos. Não temos dúvidas de que, a partir desse encontro, daremos muitos passos em nossa construção como um sujeito político que empreenderá cada vez mais e mais lutas e mobilizações continentais. A solidariedade e o internacionalismo marcarão nossas ações e alianças como povos das Américas e do mundo.

Venham todas e todos para Montevidéu. As organizações sociais uruguaias e o povo de Montevidéu nos convocam a celebrar nossas vitórias, a construir nosso projeto de povo soberano e à ação unitária para a mobilização e a luta.

Nenhum passo para trás! Nós, povos, continuamos em luta!

Para informações sobre inscrições e programação do Encontro de Montevidéu, visitar o site:http://jornadacontinental.org/

Para informações sobre o processo de construção da Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo:https://seguimosenlucha.wordpress.com/

Fonte: Marcha Mundial das Mulheres