Publicado em: 24 de novembro de 2017

Atividade ocorre na Praça da República, com concentração às 12h e ato às 14h

Diante da ameaça do Congresso Nacional votar a PEC 181, as mulheres sairão novamente às ruas neste sábado, 25 de novembro, no Dia Latino-americano e Caribenho de Luta contra a Violência à Mulher. Em São Paulo, o ato será na Praça da República, com concentração às 12h.

A atividade é organizada por movimentos sociais e sindical, como a CUT-SP, Apeoesp, Conen, Frente Feminista de Esquerda, Juntas, Marcha Mundial de Mulheres, MNU, Observatório da Mulher, Rua, UBM, entre outros.

Na chamada do ato, as organizadoras lembram que “uma em cada cinco mulheres, no Brasil, considera já ter sofrido alguma vez algum tipo de violência de parte de algum homem, conhecido ou desconhecido. Entre os diversos tipos de violação à integridade e à dignidade humana das mulheres: violência doméstica e familiar, violência sexual, feminicídio, violência de gênero na internet, violência contra mulheres lésbicas, bi e trans e racismo.”

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 181, é apresentada pelos apoiadores do governo Temer (PMDB) e, se for aprovada, os abortos em caso de estupro, de risco à vida da mulher e de fetos anencéfalos, passarão a ser crime, aumentando ainda mais a violência contra as mulheres.

ceea9135c552c56e0a6317b4dc46d85f

Ato contra a violência contra a mulher
Dia 25 de novembro
Praça da República
Concentração às 12h

Clique aqui para confirmar presença.

(Fonte: Romerito Pontes)

Fonte: CUT