Publicado em: 26 de junho de 2020
A pandemia da COVID-19 transformou nossas vidas e já traz impactos importantes para as eleições deste ano. Para que o pleito possa se realizar com mais segurança nos mais de 5.570 municípios do país, o dia da eleição precisa ser adiado por algumas semanas. Mas não há negociação: as eleições devem acontecer ainda em 2020, pois além de o voto ser uma conquista importante da sociedade, ele é vital pra garantia da nossa democracia.
Se o coronavírus já não fosse suficientemente grave, tem gente que quer se aproveitar dessa calamidade para burlar as regras democráticas, desrespeitar a Constituição e não realizar as eleições municipais este ano. Parece inacreditável, mas há Prefeitos e Vereadores que, sob pretexto do coronavírus, querem adicionar dois anos a seus mandatos. Não podemos permitir esse oportunismo e mais essa calamidade!
O contexto pandêmico é sério, mas precisamos encarar a democracia e a escolha dos nossos representantes como atividades essenciais! E como qualquer atividade essencial, a eleição deve passar por adaptações, precauções e cuidados sanitários para que se realize de maneira segura em 2020, impreterivelmente.
Conforme orientam os especialistas da área da saúde e da ciência, porém, é preciso postergar a data original do pleito somente por algumas semanas para que as medidas de segurança possam ser devidamente planejadas e implementadas, assegurando a saúde de cada brasileiro ao longo de todas as etapas do processo eleitoral.
É urgente que se preserve a vida da população brasileira e também a saúde da nossa democracia. Protegê-las é fundamental para o Brasil!
Está nas mãos do Congresso Nacional decidir a data das eleições municipais deste ano.
Precisamos da sua ajuda para aprovar o projeto que adia o pleito pra novembro e garante nossa saúde e a democracia brasileira!
Acesse eleicoesseguras.bonde.org e nos ajude a aprovar esse projeto que quer garantir a saúde de todos os brasileiros e da nossa democracia.

Pressione Agora!