Publicado em: 11 de dezembro de 2020

Organizações não governamentais também estão vulneráveis ao racismo institucional

Por: Revista Rio

 

A Associação Brasileira de ONGs (Abong) apresenta nesta quinta-feira (10) os resultados de um estudo inédito que mostra a empregabilidade de pessoas negras nas organizações não governamentais.

Dylan Araújo conversou com Athayde Motta, membro da diretoria executiva da Abong, que falou sobre esse resultado ao Revista Rio.

Confira aqui!

Athayde afirmou que as ONGs, apesar do trabalho importante que fazem, têm poucas pessoas negras em cargos de direção.

Ele reforçou que essas instituições não estão imunes ao racismo estrutural da sociedade e acabam repetindo o mesmo padrão.

 

“É muito importante que as organizações comprometidas com esse tipo de inclusão se manifestem”, concluiu.

 

Confira o estudo da Abong neste link.